SMAM – Semana Mundial do Aleitamento Materno

 

Estamos na Semana Mundial do Aleitamento Materno!

Foi lançada pelo Ministério da Saúde, na última 4a. feira,  a Campanha Nacional de Amamentação 2012. Neste ano a representante da campanha é a cantora Wanessa Camargo. O objetivo maior é informar e incentivar as mães do Brasil à prática da amamentação exclusiva do bebê até o sexto mês de vida seguindo até 2 anos ou mais.

No plano internacional, a 20a. World Breastfeeding Week – “Understanding the Past, Planning the Future”, comemora 10 anos da estratégia global da OMS e da UNICEF para alimentação das crianças.

 

 

 

Podemos listar, para os mais práticos, alguns dos benefícios trazidos pela amamentação: fortalecimento do sistema imunológico do bebê, boa recuperação pós parto da mãe, o forte vínculo afetivo, amoroso entre a mãe e o bebê, bom desenvolvimento físico, mental e emocional do bebê, respeito às necessidades do bebê humano, e muitos outros mais…

A amamentação pode ser fácil para algumas mulheres, mas também pode ser vivida com grandes dificuldades e angústias. Se este é o seu caso, ou de alguma conhecida, não hesite em buscar ajuda profissional. A experiência mostra que pequenas dificuldades se tornam grandes problemas se não obtemos auxílio logo quando aparecem, e é assim também na amamentação. Os grandes problemas podem ser evitados com informações úteis e um cuidado próximo.

Divulgue esse conhecimento, ele pode auxiliar muitas mulheres!

A Roda no Campo

Foi muito bacana estar no Campo de São Bento, conhecer e conversar com pessoas interessadas no trabalho oferecido pela Roda Materna, pessoas que conhecem o assunto e que querem conhecer. A Roda Materna foi recebida por lá com muito carinho e entusiasmo, sou muito grata a todos por isso.

Nos próximos finais de semana estaremos novamente pela manhã no Campo. Até lá!

Encontro Marcado

Nesse fim de semana, 11/08 e 12/08, a RodaMaterna estará no Campo de São Bento em Niterói/RJ para que você possa conhecer um pouco mais de perto este trabalho. Para quem puder e quiser está feito o convite! Venha conferir! Espero sua visita por lá!

Grupo Gestando em junho no Crescendo!

EM JUNHO!

Dias 02, 16, 23 e 30: O Crescendo oferece 4 encontros (4 sábados) para a preparação integrada para o nascimento do bebê das 9:30 às 12:30 h.

Faça sua inscrição diretamente no Crescendo por:
telefone:             (21) 3734-5665      

E-mail: contato@crescendocentroinfantil.com

Infância e Paz – relato

Bem, estou devendo um comentário sobre o evento de Brasília Infância e Paz, então aqui está.

Em primeiro lugar coloco a grande satisfação que tive em participar de um encontro cujo tema engloba algo que é tão visceral pra mim como o conhecimento sobre o início da vida e reconhecimento de sua importância para a vida futura e para a sociedade de modo geral.

Foram apresentadas iniciativas de sucesso na promoção da saúde da gestante e do bebê, como foi o caso da cidade de Canela (RS); A semana do bebê e a Primeira Infância Melhor. As experiências de sucesso no atendimento à primeira infância na França. Falou-se do projeto cegonha e seus princípios norteadores do atendimento à gestante. A importância da família e seu apoio ao longo da gestação para a saúde da mulher e do bebê. Ser mãe na adolescência. Houve uma vibrante apresentação sobre o cuidado com os bebês acompanhado de trechos do filme “O bebê é uma pessoa”; fantástico! etc.etc. Tantas apresentações interessantíssimas que não caberia aqui descrever, somente estando presente para compreender a dimensão das discussões.

Bem, pra mim, psicóloga em início de carreira, foi um banho extra de segurança e confiança no trabalho que acredito e que escolhi realizar com as gestantes, suas famílias e seus bebês. O que antes eu vivia como quase que um trabalho solitário na psicologia, hoje encontro eco nos diversos profissionais que lá encontrei (psicólogos, médicos, assistentes sociais, professores, políticos, etc.) de diversos lugares do Brasil.

Apenas um porém na minha opinião, o tema era “A mulher grávida, o bebê e a primeira infância na construção da saúde mental” se notarem há um pulo da mulher grávida para o bebê, o PARTO, a forma como se pare e como se nasce não entrou em discussão. Deixei como sugestão para a próxima semana, o debate sobre a assistência ao parto e nascimento, problematizando a realidade atual deste quadro marcada pela violência contra a mulher e o bebê.

Resta aguardar a Semana do ano que vem…

Workshop para gestantes Vida Bem Vinda

RODA MATERNA e MAMA MIA se unem para promover este trabalho. Abaixo seguem os temas abordados:

Domingo, dia 15 de maio de 2011.

De 14h30min às 17h30min

Módulo I (14h30min-15h50min)

 A Gestação: desenvolvimento e transformações (na mãe e no bebê);

 O Parto: ecologia, preparação, opções, mitos;

-Trabalho com técnicas corporais: relaxamento e consciência corporal

 ————————– Coffee-break (20 min.) —————————–

 Módulo II (16h10min-17h30min)

 Amamentação: importância física e psicológica (nutrição e vínculo);

 Cuidados com o bebê: ‘holding’, higiene, massagem

-Demonstração em bonecos (trazer boneca (o) para o trabalho)

___________________________________________

 Dirigido por:

Beatriz Maia (CRP 05/40469) Contato: (21) 9858-6417

Fabíola Costa (CRFono 10248) Contato: (21) 9899-4885

 

Local: Núcleo de Yoga Flor de Lótus- Rua Gavião Peixoto, 182, Center IV/sala 416 Icaraí-Niterói/RJ; Tel.: (21)2714-8302

Valor Total: 200 reais ou 100 reais por módulo (conforme interesse ou disponibilidade).

Rede Cegonha

Rede Cegonha prevê investimento de R$ 9,4 bi até 2014

 Isso é o que esperamos sinceramente, que o programa seja concretizado e que não haja desvio de verbas. Será que é possível???

” O programa Rede Cegonha, lançado em 28/03/2011 pela presidenta Dilma Rousseff, em Belo Horizonte, prevê investimentos de R$ 9,4 bilhões do orçamento do Ministério da Saúde até 2014. Os recursos, de acordo com o ministério, serão aplicados na construção de uma rede de cuidados para a mulher e para as crianças de até dois anos.

O programa é uma promessa de campanha da presidenta e tem foco na gestão de saúde, mais que a criação de novas unidades. Os investimentos, de acordo com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, vão atingir toda a rede que começa pela unidade básica de saúde, passa pelos exames do pré-natal, pelo transporte seguro, até o parto nos leitos maternos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para criar a rede, o governo informou que investirá recursos na criação de novas estruturas de assistência e acompanhamento das mulheres e reforço na rede hospitalar convencional. Outras novas estruturas previstas no programa são as Casas da Gestante e do Bebê e os Centros de Parto Normal, que deverão funcionar em conjunto com a maternidade. O objetivo, de acordo com o governo, é “humanizar o nascimento”.

Uma das medidas do programa será a de oferecer nos postos de saúde testes rápidos de gravidez. Confirmado o resultado positivo, a gestantes deverá se submeter a, no mínimo, seis consultas durante o pré-natal, além de exames clínicos e laboratoriais. Entre os exames a serem exigidos pelo Ministério da Saúde estão o de HIV e sífilis.

De acordo com o Ministério da Saúde, a Rede Cegonha também prevê a qualificação de profissionais de saúde para dar assistência adequada às gestantes e aos bebês. O governo também quer, com o programa, fortalecer a rede hospitalar obstétrica de alto risco

A meta, de acordo com o Ministério da Saúde, é implantar a Rede Cegonha em todo o Brasil, no entanto, o governo quer iniciar o atendimento pelo Nordeste, Amazônia Legal e nove regiões metropolitanas onde há a maior concentração de gestantes. As primeiras cidades a receberem o programa serão: Manaus, Recife, Distrito Federal, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Campinas, Curitiba, Porto Alegre e São Paulo.

De acordo com o governo, a Rede Cegonha terá atuação integrada com as demais iniciativas para a saúde da mulher no SUS, com foco nas cerca de 61 milhões de brasileiras em idade fértil.”

fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-03-27/rede-cegonha-preve-investimento-de-r-94-bi-ate-2014

Entradas Mais Antigas Anteriores